Catarina Mira1 Comment

Why is not ok to comment on people's weight

Catarina Mira1 Comment
Why is not ok to comment on people's weight

No outro dia li o que julgo ser uma das melhores entrevistas alguma vez feita a uma celebridade. Não só porque é uma entrevista onde a mesma expõe as suas vulnerabilidades, curvas e contra curvas que a sua vida tem dado, mas também porque não há, ao longo do artigo, qualquer referência ao seu aspecto físico. Um pormenor que muito provavelmente passou despercebido à maior parte das pessoas que o leu mas que transforma por completo a experiência do leitor. Mergulhar numa entrevista desta dimensão sem qualquer referência à aparência da entrevistada é, julgo eu, a melhor forma de honrar a mensagem que a mesma tão corajosamente se disponibilizou a partilhar. Todos nós somos muito mais do que a nossa moldura. 

Decidi abordar este tema aqui no blog porque agora que estou em Portugal tenho-me cruzado com pessoas que, em vez de me oferecem um abraço apertado de quem não me vê há muito, cumprimentam-me com comentários em relação à minha forma física: “estás tão magrinha!”. Por vezes fazem-no em forma de elogio, outras de preocupação. Especialmente quando se é magro este tipo de comentários são feitos sem qualquer tipo de policiamento. 

Se até então me sentia bem na minha pele, ultimamente noto que comecei a dar uma importância ao assunto que antes não dava. 

Isto para dizer que, devido à variedade de factores de contribuem para a oscilação de peso de uma pessoa, acho que não há necessidade de comentar o aspecto fisico de ninguém muito menos de oferecer esse tipo de observação como iniciação de conversa. Há muitas outras formas de mostrar preocupação ou até mesmo de elogiar alguém tendo desta forma um impacto muito mais eficaz na pessoa em questão. 

Se alguém estiver a tentar perder peso não comentes o quão mais magra(o) a pessoa está, parabeniza ao invés a sua determinação, o seu progresso, a decisão de mudar de estilo de vida...todos esses comentários têm que ver com o carácter da pessoa e não com a sua aparência. Por outro lado, as pessoas magras por natureza, não precisam de ouvir que estão muito magras ou que estão a desaparecer. Seja de uma maneira positiva ou negativa, inocente ou maléfica, opinar sobre o corpo de alguém é intrusivo e não contribui para mais nada a não ser para para o florescimento de inseguranças. Eu sei que isto até pode soar bastante hipócrita vindo de uma blogger e actriz que vive da sua imagem. Mas é por isso mesmo que eu sinto a necessidade de ter este blog, porque aqui não sou só um quadradinho no vosso feed, sou opinião, sou substância, sou coração e, acima de tudo, sou para sempre um projecto em desenvolvimento.

Faz todo o sentido acompanhar este texto com as fotos que tirei há umas semanas com o incrível Miguel Ângelo, no âmbito do seu projecto “cru”. No dia em que fotografámos, ainda que não nos tivéssemos conhecido previamente, falámos de tudo, desde o mais mundano ao mais íntimo, e pelo meio ele foi-me tirando umas fotografias. Sinto que mais do que o meu rosto ele me fotografou a alma...

The other day I read what I believe to be one of the best interviews ever given by a celebrity. Not only because the interviewee bravely exposes her vulnerabilities and speaks with uncommon honesty, but also because there isn't in the content of this interview one single reference to her physical appearance. A detail that most probably went unnoticed by most of the people who read it but which I personally think completely transforms the reader's experience. To dive into an interview of this dimension without any reference to the interviewee's appearance is, I believe, the best way to honour the message she has so bravely made herself available to share. We are all much more than our frame.

I decided to approach this topic here because now that I am in Portugal I have bumped into people who, instead of offering me one of those hugs you offer someone you haven't seen in a long time, greet me with comments regarding my physical appearance: “You look so skinny! "

Sometimes they do it in the form of praise, others of concern. Especially when one is thin no one thinks twice before making this kind of comment. Lately I found myself giving much more importance to this subject than before.

I believe that, due to the variety of factors that contribute to the fluctuation of someone's weight, there is no need to comment on anyone's physical appearance, and definitely no need to offer that kind of observation before you even get to greet the person properly.

In my opinion there are many other effective ways to show concern or praise someone. If a person is trying to lose weight do not comment on how much they've lost, instead congratulate them on their determination, their progress, their decision to change their lifestyle... all of those approaches have to do with the person's character and not their appearance.

On the other hand, naturally thin people don't need to hear that they are too thin or that they are disappearing. Whether in a positive or negative way, innocent or malicious, having an opinion about one's body is intrusive and contributes to nothing else but to the flowering of more and more insecurities. I know this may even sound pretty hypocritical coming from a blogger and actress who lives off her image. That is why I feel the need and love to have this blog, because here I am not just a little square in your feed, I am opinion, I am substance, I am heart and, above all, I am a project forever in development.

It makes perfect sense to attach to this post the photos I took a few weeks ago with the incredible Miguel Ângelo in the context of his "raw" project. On the day we took these shots, although we had not met before, we talked for hours about everything, from the most mundane to the most intimate, while he just casually took some pictures. I feel that more than my face Miguel has managed to photograph my soul…


_DSC4880.JPG
_DSC4841.JPG
_DSC4782.JPG
_DSC5102.JPG
_DSC5618.JPG

* Non sponsored post. These are my own images and they may not be used for commercial purposes without prior consent. In case of a repost please credit me. 


CHECK MY WANTS AND NEEDS