Temperley London - Summer 2018

Setembro é provavelmente o meu mês preferido. Na verdade, acho que o meu calendário começa agora e não em Janeiro, sinto que este é o mês onde se inicia o ano e talvez seja por isso que me sinta mais motivada e produtiva. Para além disso, este é o mês da moda!

As semanas da moda começam em Nova York, passando depois por Londres, Milão e, finalmente, Paris. Estas semanas são muito menos glamourosas do que se possa julgar, para quem trabalha na indústria são períodos de pouco sono e muito stress. Sempre fui presença assídua na semana da moda em Lisboa, mas até ter começado o blog não tinha noção do rebuliço que é assistir a um evento do género numa das capitais da moda do mundo. Enquanto em Lisboa os desfiles se concentram praticamente todos no mesmo recinto e só começam para lá das cinco da tarde, aqui realizam-se nos quatro cantos da cidade e têm início por volta das 9 da manhã. Para as bloggers mais baladas estes dias são uma corrida contra o relógio, normalmente a organização fornece-lhes um carro com motorista que passa a ser o seu escritório ambulante. É nele que comem, que trabalham, relatando, quase em tempo real, os acontecimentos do dia, e que mudam de roupa entre desfiles. Uff, não ficam cansados só de imaginar a correria? Como podem imaginar eu não vivo a semana da moda dessa forma, para mim este tipo de eventos ainda são novidade, logo ainda me fascina o espectáculo que é assistir às criações que nas passarelas ganham corpo. 

September is probably my favourite month of the year. In fact, I think my calendar starts now and not in January, I feel that this is the month where the year starts and maybe that's why I feel so motivated and productive throughout it. Plus, it's the month of fashion!

Fashion weeks start in New York, then happens in London, Milan, and, finally, in Paris. These weeks are much less glamorous than what you think, for those who work in the industry these are periods of little sleep and a lot of stress. I've always been to fashion week in Lisbon, but it was only when I moved to one of the fashion capitals of the world and started blogging that I realised how crazy an event like this is. While in Lisbon the shows happen almost all in the same place and only begin after five in the afternoon, here they take place in the four corners of the city and begin at around 9am. For big bloggers these days are a race against the clock, usually the organization provides them with a car and a driver which becomes their office and they home. That´s where they eat, work, report, almost in real time, the events of the day, and change clothes between shows. Ugh, don't you get tired just by imagining it? As you might expect, I don't live fashion week in this way, for me this type of events are still new, I still find fascination in the spectacle that is to watch new creations walking down the catwalk.


IMG_6696.JPG
IMG_6740.JPG
IMG_6751.JPG
IMG_6741.JPG
IMG_6728.JPG
IMG_6747.JPG
IMG_6757.JPG
IMG_6746.JPG
O meu date, Alek. / My date, Alek. 

O meu date, Alek. / My date, Alek. 

IMG_6733.JPG
IMG_6748.JPG
IMG_6729.JPG
IMG_6725.JPG
IMG_6587.JPG
IMG_6721.JPG

Desta vez o convite veio por parte de Alice Temperley. Quando as luzes se baixaram e a música substitui o murmurinho do público foi como se estivéssemos no verão novamente. A colecção é composta por padrões abstractos, tecidos leves, tules, transparências e macacões esvoaçantes. É uma colecção que nos transporta para um género de fantasia, para mim Alice Temperley é a estilista que, em criações ready-to-wear, melhor retrata a ideia de princesa moderna.

Difinitavemente a peça que mais me marcou foi o macacão de lantejoulas pretas e prateadas que, apesar de divertido e glamouroso, tem um ar mais masculino e, a meu ver, mais sensual. Para além disso é o tipo de criação que foge um bocadinho ao estilo tipicamente angelical de Temberley, é bom vê-la explorar novos territórios criativos e a conquistá-los tão bem. 

This time the invitation came from Alice Temperley. When the lights went down and the music replaced the murmur of the audience it was as if we were in Summer again. The collection is composed by abstract patterns, transparencies, light fabrics, a lot of tulle  and fluttering jumpsuits. It's a collection that transports us into a fantasy world, to me Alice Temperley is the designer who, through her ready-to-wear creations, best portrays the idea of a modern princess.

The most striking piece of the collection was the black and silver sequinned jumpsuit that, although fun and glamorous, is a bit tomboyish and, in my point of view, more sensual. Besides, it feels like a step outside Temperley's usual angelic style, it's good to see her explore new creative territories and to conquer them so well.


FullSizeRender 8.jpg
FullSizeRender 9.jpg
FullSizeRender 2.jpg

I'm wearing:

Dress: House of Dagmar

Hat: Topshop

Trainers: Converse

Bag: Mansur Gavriel


Para assistir ao desfile optei por um vestido longo, muito simples, de gola alta e mangas compridas da marca House of Dagmar. Se me segues há já algum tempo sabes que sou uma adepta do minimalismo escandinavo. Conjuguei-o com um chapéu de bombazina preta da Topshop e uns óculo de lentes amarelas para tornar o look um bocadinho mais divertido. E, como vestidos compridos facilmente me dão um ar muito formal, optei por calçar uns Converse de modo a manter o look mais casual e menos pesado.

To watch this show I opted for a long, yet very simple, high neck and long sleeve dress from House of Dagmar. If you've been following me for some time you know that I am a fan of the Scandinavian minimalism. I matched it with a black baker boy hat from Topshop and yellow lenses sunglasses to make the look a little bit more fun. And, because long dresses easily make me look too formal, I chose to wear Converse in order to keep it a bit more casual and less heavy. 

x


WANTS & NEEDS